Segurança na realização e execução de obras pré-moldadas

Segurança do Trabalho – Realização e execução de obras pré-moldadas

Para obtermos um resultado positivo sem acidentes de trabalho em obras pré-moldadas, o trabalho se inicia desde a produção das peças, seguindo todos os padrões de gestão de qualidade e normas de segurança até a finalização e entrega da obra.

Por serem peças com pesos significativos, cabe salientar que o trabalho relacionado à segurança do trabalho, dar-se-á já no período que se inicia a fase de montagem das ferragens das peças pré-moldadas, quando estas começam a tomar formato. As alças tão importantes para movimentação das cargas é peça fundamental e terá que ser extremamente bem fixada às ferragens antes da sua concretagem.

Para o transporte de peças pré-moldadas, exige-se além da segurança de trabalho durante a movimentação de carga para o carregamento, uma segurança no transporte das mesmas. Face à colocação das peças nas carretas, várias ações são exercidas, já que o deslocamento muitas vezes é longo. Motoristas treinados não somente para a direção, mas também com experiência no manuseio do Munck, que normalmente está acoplado na carreta.

A distribuição das peças no local de montagem da obra é de extrema importância no que diz respeito sinalização de segurança. Toda a movimentação das peças para montagem da estrutura deve seguir uma permissão de trabalho bem como normas e procedimentos. Esta etapa será administrada por um técnico de segurança do trabalho, onde o nível de exigência, no que tange o cumprimento das normas e procedimentos de segurança, será implacável, e a cobrança será tanto da empresa, parceiros bem como dos colaboradores. Uma integração coesa para uma segurança do trabalho mais sustentável e eficiente.

Identificamos que toda e qualquer montagem de peças pré-moldadas, tem um fator muito característico, a rapidez. Porém, quando se trabalha sobre a pressão e a cobrança de prazos, a possibilidade de acidentes no trabalho é muito maior. Portanto seguir os preceitos da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), ABNT (normas técnicas) e as NR´S (normas regulamentadoras de Segurança do Trabalho) é imperativo. Prima-se sempre pela implantação de medidas preventivas contra acidentes, é primordial, portanto para evitar situações de exposição ao risco e com esta atitude de prevenção constante poderemos obter resultados cada vez mais positivos. Como a diminuição de casos de afastamento por problemas ocupacionais.

O foco em segurança não se restringe a etapa de construção, mas vai também para o pós-entrega, ou seja, no suporte à manutenção das estruturas. Para essa finalidade sempre recomendamos que sejam previstos ganchos e cabos de linha de vida em vários pontos da estrutura, de forma a permitir que os trabalhadores tenham como se prender evitando quedas.

Mantemos uma filosofia de respeito à vida e a segurança das pessoas e do patrimônio, e exigimos que os parceiros se engajem nessa filosofia, independente do setor que atuem.

Sigmar Jurgen Merz

Deixe um comentário